... e do Mundo! Fotografe, localize, compartilhe!
  1. Metazoa

Metazoa

Metazoa é um grande grupo de seres vivos e um dos principais ramos da árvore da vida. De acordo com Claus Nielsen, Linnaeus definiu, em 1735, os organismos presentes no Reino Animalia como objetos naturais que crescem, vivem e sentem, em contraste com as plantas, que crescem e vivem, mas não sentem. Esta definição foi modernizada por Ernst Haeckel em 1866, afirmando que os animais possuiam corpos organizados em tecidos e órgãos em complexos sistemas multicelulares.

Diferente de protozoários, os organismos multicelulares não só crescem mais do que os organismos unicelulares, como também apresentam a capacidade de executar, ao mesmo tempo, diferentes funções celulares devido à divisão espacialmente organizada e regulada de tarefas (digestão, osmorregulação etc). O problema é que a multicelularidade evoluiu em diferentes linhagens de organismos eucariontes de forma independente.

Então, o que é ser um animal? Levando em consideração as evidências científicas mais recentes, um animal é um organismo multicelular heterotrófico que se desenvolve de uma única célula oriunda da união de células germinativas modificadas (óvulos e espematozódies) e que possui um tipo específico de proteína encontrada na matriz extracelular, o colageno de tipo IV, presente na membrana basal de todos os metazoários.

Os metazoários divergiram do seu ancestral comum com os coanoflagelados, grupo irmão do metazoários, a aproximadamente 930 milhões de anos atrás. O que consideramos animais, com provavelmente todas as características listadas acima, aparecem durante o período Criogeniano, entre 833 e 650 milhões de anos atrás, com uma grande explosão de diversidade durante o Cambriano.

A maioria dos metazoários são animais com simetria bilateral, com uma cavidade gastrovascular, um sistema nervoso e uma cabeça. Estes animais são agrupados no clado chamado Bilateria.

Contribuições (967)

Triar: por data, por popularidade | Exibir : 9 mídias, 15 mídias, 30 mídias por página
  • Hypothyris ninonia

    Borboleta da espécie Hypothyris ninonia registrada em Serra dos Cavalos, uma região de brejo de (...)

    Publicado em 08/08/2022

    6 visualizações

    0 comentário

  • Vespa gigante

    Encontrei essa vespa caída no terraço da minha casa em Aldeia, não estava morta, mas bastante (...)

    Publicado em 08/08/2022

    8 visualizações

    1 comentário

  • Rã amarela

    Esta bela rã apareceu aqui em casa em Aldeia. Não sei se é venenosa. Eu a chamei de Rã amarela, (...)

    Publicado em 07/08/2022

    10 visualizações

    1 comentário

  • Gorgulho da mata

    Um lindo besouro gorgulho encontrado em Serra dos Cavalos, um brejo de altitude localizado na (...)

    Publicado em 30/07/2022

    26 visualizações

    1 comentário

  • Besouro Elaterídeo

    Besouro do gênero Pyrophorus (Família Elateridae) encontrado na Serra dos Cavalos, um brejo de (...)

    Publicado em 28/07/2022

    40 visualizações

    0 comentário

  • Lagarta verde e laranja

    Lagarta verde com cerdas laranjas registradas na borda de um remanescente de Brejo de Altitude (...)

    Publicado em 19/07/2022

    16 visualizações

    0 comentário

  • Pristimantis ramagii

    Anfíbio registrado em folhiço no Parque Natural Municipal Professor João Vasconcelos Sobrinho, (...)

    Publicado em 19/07/2022

    9 visualizações

    0 comentário

  • Barata preta

    Barata preta encontrada sob uma rocha próximo a um açude na região rural de Carnaubeira da Penha, (...)

    Publicado em 12/07/2022

    22 visualizações

    0 comentário

  • Pharneuptychia phares

    Pharneuptychia phares é uma pequena borboleta relativamente comum da Caatinga. É uma espécie que (...)

    Publicado em 11/07/2022

    10 visualizações

    0 comentário

1 2 3 4 5 6 7 8 9 ... 108

Apoie o Portal