... de Pernambuco, do Brasil e do Mundo! Descubra e compartilhe sua natureza.
  1. Ecdysozoa

Ecdysozoa

Ecdysozoa é o grupo filogenético mais diverso do Reino Animal, com mais de 1 milhão de espécies descritas, com uma estimativa de 4,5 milhões de espécies vivas. É composto por animais tão diferentes como a lombriga (Ascaris lumbricoides) e a aranha caranguejeira, representantes dos Filos Nematoda e Arthropoda, respectivamente. Além destes dois Filos, Ecdysozoa é formado por outros seis, entre os quais Priapulida, Kinorhyncha, Loricifera, Nematomorpha, Tartigrada e Onychophora [1]. O grupo Ecdysozoa foi originalmente proposto através de analises de sequências específicas de RNA ribossomal para desvendar as relações evolutivas dos artrópodes com outros grupos de invertebrados [2].

Diante de tamanha diversidade, é muito difícil encontrar caracteres morfológicos compartilhados entre tantos grupos. O nome Ecdysozoa reflete a capacidade dos membros do grupo de realizarem ecdise   durante pelo menos parte de seus ciclos de vida. A ecdise   é o processo de muda, o qual implica na eliminação da antiga cutícula que recobre o corpo e a produção de uma nova. O processo de muda é controlado por um conjunto de hormônios ecdiesteróides. Além dos caracteres relacionados à ecdise  , existem evidências de que a boca, em posição terminal, seja uma condição do último ancestral comum do grupo [3]. Este animal ancestral provavelmente tinha a aparência de um verme anelado com probóscide [4] e teria surgido no ambiente marinho ainda durante o período Ediacarano, entre 587-543 milhões de anos atrás [5].

Entre os períodos Cambriano e Devoniano, as diferentes linhagens de ecdisozoários colonizaram de forma independente o ambiente terrestre e ambientes de água doce. Os artrópodes, notadamente os insetos, devem ter colonizado o ambiente terrestre quase de forma simultanea com as plantas terrestres.

Atualmente os ecdisozoários podem ser encontrados em praticamente todos os ambientes, das profundezas abissais até os desertos mais áridos. Suas cutículas de três camadas lhes forneceu propriedades físicas, evitando a dissecação e fornecendo suporte mecânico, assegurando também proteção contra predadores e hospedeiros, no caso das espécies parasitas.

Filogenia de Ecdysozoa

Contribuições (709)

Triar: por data, por popularidade | Exibir : 9 mídias, 15 mídias, 30 mídias por página
  • Oedemera nobilis

    Besouro da espécie Oedemera nobilis registrado no dia 12 de maio de 2024 em Daoulas, Bretanha, (...)

    Publicado em 25/06/2024

    3 visualizações

    0 comentário

  • Mariposa Vespa - Rio 11/06/2024

    Apareceu na cozinha do apartamento. Local: Leme de Noronha, Rio de Janeiro em 11/06/2024 (...)

    Publicado em 11/06/2024

    21 visualizações

    3 comentários

  • Caranguejo eremita e hidrozoários

    Nesta foto é possível observar um pequeno caranguejo-eremita com sua concha de gastropode (...)

    Publicado em 03/06/2024

    21 visualizações

    0 comentário

  • Carcinus maenas

    Carcinus maenas é uma das espécies de caranguejo mais comuns e abundantes de zonas entre-marés da (...)

    Publicado em 29/05/2024

    25 visualizações

    0 comentário

  • Cetonia aurata

    Besouro da espécie Cetonia aurata registrada em Camaret-sur-mer no dia 19 de maio de 2024. É uma (...)

    Publicado em 25/05/2024

    17 visualizações

    0 comentário

  • Eristalis intricaria

    Mosca da espécie Eristalis intricaria registrada em uma trilha na borda de falésias em (...)

    Publicado em 22/05/2024

    12 visualizações

    0 comentário

  • Zygaena filipendulae

    Mariposa preta das manchas vermelhas. Bem que esse poderia ser o nome popular da espécie Zygaena (...)

    Publicado em 21/05/2024

    16 visualizações

    0 comentário

  • Borboleta zebra

    Borboleta zebra é uma espécie que ocorre em quase todo o Brasil. Geralmente é encontrada nos (...)

    Publicado em 27/04/2024

    24 visualizações

    0 comentário

  • Aranha em folha

    Encontrei essa aranha nessa folha em uma área do Instituto de Ciências Biológicas, da UPE. Como (...)

    Publicado em 22/04/2024

    13 visualizações

    0 comentário

1 2 3 4 5 6 7 8 9 ... 79

Apoie o Portal