... de Pernambuco, do Brasil e do Mundo! Descubra e compartilhe sua natureza.
  1. Mídias
  2. Anêmona parasita

Anêmona parasita

Publicado por Aléssio F.

no dia 17/02/2024

27 visualizações

0 comentário

Anêmona parasita

Escala do sujeito : não informado

Descrição

A anêmona-parasita (Calliactis parasitica) é uma espécie de cnidário solitário que vive frequentemente fixada em conchas de gastropodes ocupadas por caranguejos eremitas, particularmente dos gêneros Pagurus e Paguristes. A relação entre esta anêmona e os crustáceos é um dos exemplos mais conhecidos de mutualismo ecológico, relação na qual duas espécies interagem positivamente. Neste caso específico, os caranguejos eremitas adquirem camuflagem e proteção contra predadores e a anêmona recebe ganhos nutricionais, pois acompanha passivamente os deslocamentos dos caranguejos, aproveitando partículas de alimento deixados pelos seus hospedeiros [1].

Calliactis parasitica aparentemente ser um membro ativo na simbiose, pois pode se mover, se tiver a oportunidade, entre uma concha e outra e escolher seu hospedeiro. Os caranguejos também tem um papel ativo, pois eles podem roubar anemonas um dos outros com o objetivo de estabelecer a parceria.

Na verdade, esta relação pode ser chamada de «triangulo ecológico», pois os caranguejos eremitas precisam de conchas para viver e as anemonas tiram uma certa vantagem desta antiga relação entre crustáceos e moluscos [2].

Registro realizado no dia 1 de janeiro de 2024 na praia de Saint-Jacut-de-la-Mer, litoral noroeste da França.

Marcadores do autor

14/14
4/14

Observações

[1Chintiroglou, C., & Koukouras, A. (1991). Observations on the feedings habits of calliactis-parasitica (couch, 1842), anthozoa, cnidaria. Oceanologica Acta, 14(4), 389-396.

[2Christidis, J., Chintiroglou, C., & Culley, M. B. (1997). A study of the populations of Calliactis parasitica (Couch, 1842) in symbiosis with anomuran decapods in Thermaikos Gulf (N. Aegean Sea). Crustaceana, 227-238.

Comentar

Quem é você?
  • [Conectar-se]

Pour afficher votre trombine avec votre message, enregistrez-la d’abord sur gravatar.com (gratuit et indolore) et n’oubliez pas d’indiquer votre adresse e-mail ici.

Inclua aqui o seu comentário

Este campo aceita os atalhos SPIP {{negrito}} {itálico} -*liste [texte->url] <quote> <code> e o código html <q> <del> <ins>. Para criar parágrafos, deixe simplesmente linhas vazias.

Apoie o Portal